• Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do iTunes
  • Branca Ícone Spotify
 
LogoLU.png
 
IMG_7213R2.JPG

A cantora e compositora Luciana Araújo é luso-brasileira, nascida na cidade de Fortaleza, Ceará. 

Começou a cantar aos 14 anos nos principais espaços e eventos da cidade, logo deu início aos estudos de técnicas vocais para melhor execução em palco. Ouviu de tudo na infância, mas lembra com clareza dos discos de Elis Regina e Dominguinhos, que seu pai tinha em casa. Para além da musicalidade, Luciana é publicitária, com formação em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda), tem pós graduação em Integrated Brand Management e MBA

em Marketing Digital. Também já atuou como apresentadora de televisão na Tv Record Internacional, onde durante dois anos, foram mais de 600 programas ao vivo. Entre os seus hobbies, aprender idiomas é um deles e por isso Luciana fala inglês, italiano e espanhol e já chegou a estudar mandarim por dois anos.

 Luciana Araújo tem talento e profissionalismo de sobra, além de muita dedicação 

 para levar a boa Música Popular Brasileira aos quatro cantos do mundo! 

IMG_8553R2.JPG

Diga 

"Diga" (Luciana Araújo)  é a nova música de trabalho da artista e trata de relacionamento, de amor magoado e de uma possível reconciliação.

No videoclipe, gravado em Lisboa, tendo como cenário sua residência, na maioria do filme, Luciana Araújo interpreta uma mulher que recebe a chamada do seu ex, interpretado pelo ator gaúcho Arthur Schmidt que, depois de um distanciamento, encontra uma oportunidade de conversar com a personagem, deixando-a confusa em meio a memórias poéticas da presença do mesmo.

A história do clipe também aborda a diferença de idade num relacionamento a dois e cria na relação de tempo e espaço uma contextualização fotográfica minimalista, focada em detalhes que evidenciam solidão e emoção.
“Este ano não foi fácil para muitos casais que se viram na difícil tarefa de conviver 24 horas reclusos em casa, devido ao confinamento e acabaram não suportando a pressão, resultando em separação. A letra da música fala que, mesmo magoado, é importante estar aberto para escutar o que a outra pessoa tem a dizer, de pedir perdão e perdoar também.”

Com direção de Eve Mendes, cineasta cearense radicada na Europa, o clipe da música “Diga” pode ser visto no seu canal do youtube  e nas suas redes sociais. A música “Diga” traz a virtuosidade da guitarra portuguesa de Bernardo Couto, além de Eduardo Holanda no violão acústico, Thiago Almeida nos teclados, Robertinho Marçal na bateria, Hoto Jr. na percussão e Miquéias dos Santos no baixo. "Diga" está disponível em todas as plataformas digitais.

Saudade 

O amor por estas duas terras é o tema do segundo álbum da cantora que tem a idéia de trazer Ceará e Portugal ainda mais presentes na sua música, com a união do acordeon com a guitarra portuguesa. O disco “Saudade” foi gravado entre 2016 e 2018, nos estúdios Trilha, em Fortaleza, e Pimenta Preta e Atlântico Blue, em Lisboa. Reúne dez faixas, sendo oito autorais e duas releituras. Duas canções emblemáticas, uma lusa, “Jura” (Rui Veloso / Carlos Tê), outra brasileira, “Mucuripe” (Fagner / Belchior). Unir os dois universos musicais foi a ideia que levou ainda a convidar instrumentistas como o acordeonista Nonato Lima e os guitarristas de fado Luís Guerreiro e Bernardo Couto. ​

Cumbuco

Escolhida como single de apresentação do novo disco, “Cumbuco” (Luciana Araújo / Eduardo Holanda) concentra

a essência conceitual do álbum. A praia, que fica a cerca de 30 km de Fortaleza e foi o cenário de inspiração para

a música, tem sido um retiro espiritual, musical e poético da cantora. “O ano de 2012 não foi um ano tão legal.

Eu estava em Fortaleza e, nessa época, ia muito ao Cumbuco. Chegava lá, vendo aquelas velas das jangadas,

o kitesurf, aquelas ondas, me sentia muito bem… É um lugar que me atrai, uma coisa mágica, fora de qualquer explicação. E naquele lugar, de pé na areia, eu percebi que estava muito feliz e que a felicidade está nas coisas mais simples da vida”, lembra Luciana. A canção traz o som do mar do Cumbuco atravessado pela guitarra portuguesa

de Luís Guerreiro. O músico lusitano é um dos expoentes no instrumento, bastante ligado ao fado, tendo gravado

e acompanhado cantoras como Mariza e Carminho. Da Alfama ao litoral cearense, a guitarra encontra a sanfona

de Nonato Lima, contando ainda com Eduardo Holanda (violão), Thiago Almeida (teclado), Miquéias do Santos (baixo), Hoto Jr. (percussão) e Adriano Azevedo (bateria). O videoclipe de "Cumbuco" foi produzido no Ceará

e em Portugal.

Essências 

Luciana já interpretou vários estilos musicais, mas sua verdadeira paixão é a Música Popular Brasileira e por isso, em 2013, deu início à gravação de seu primeiro Cd, que é de MPB. Produzido por Bruno Cardozo, com participações de músicos conceituados, como Marcelo Mariano, Cuca Teixeira, Thiago do Espírito Santo, Sandro Haick, Mestrinho, entre outros, o disco traz composições autorais e de outros compositores brasileiros, como uma inédita de Nando Reis, além da regravação de duas canções portuguesas. Em 2013 gravou o videoclipe “Essências”, filmado em Lisboa com direção de Ricardo Reis, já inserido na programação do Canal Music Box Brazil (todo o Brasil). Com lançamento em 2014, o Álbum "Essências" começou a despontar também em algumas rádios do Brasil e Portugal. Na webradio Sarau, a música “Essências” ficou em segundo lugar no Top 12 e “Tempo de samba” em terceiro lugar. Em 2015 o álbum Essências foi pré-selecionado para o Prêmio da Música Brasileira. Em setembro de 2015, é lançado o videoclipe da música "Numa tarde dessas", produzido no estado do Ceará, terra natal da cantora. Em 2017 o álbum Essências foi lançado em Portugal, com shows em diversos espaços do país, como o auditório Carlos Paredes, em Lisboa.

 

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do iTunes
  • Branca Ícone Spotify